quinta-feira, 29 de abril de 2010

Dizem que é. Não sei se é. Mas é o que dizem.

O que dizem?
Dizem que é loucura odiar todas as rosas, porque uma delas lhe furou o dedo.
Então sim, então talvez seja. Então, eu digo que não é.
Ou é?
Eu não sei dizer.
Digo que não toco mais em rosa alguma, mas não foi porque apenas uma me fez sangrar com teus espinhos.
Digo que não toco mais em rosa alguma, porque todas as que eu toquei até hoje me fizeram sangrar.
Na primeira você diz que tudo bem, supera, vira passado e você segue em frente.
E acredita, que é mesmo loucura odiar todas as outras por causa daquela.
E então você encontra outra, e se machuca de novo.
E assim, até ficar exausto de acreditar naquela ideia estupida.
Eles dizem?
Eles não são você.
Se eles não odeiam rosas, tem seus motivos.
Se eu odeio, é porque também tenho os meus.
E se eu prefiro pensar de uma forma que me evite machucados, eu estou certa, e não louca.

Digo que é loucura odiar todas as rosas, porque uma lhe trouxe um furo no dedo, e esse furo sangrou, e doeu.
Mas digo que é mais loucura ainda, você procurar outras rosas por ai, sabendo que tem a chance de ganhar mais machucados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário